Released on 11.2015

Ciclos Tiquié

Ciclos Anuais dos povos indígenas no Rio Tiquié é uma visualização de dados que relaciona aspectos culturais de etnias ribeirinhas com este rio, do qual sobrevivem. O seu ano divide-se em dezenas de estações de periodicidade flutuante, relacionadas às constelações e ao nível do rio.

screenshot-circulos

Associando dados do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (Estação Cunuri) da Agência Nacional de Águas com anotações colhidas por agentes ambientais indígenas destas comunidades, obtêm-se uma forma similar a uma mandala, que representa em círculos concêntricos:

  • as constelações, conforme identificadas por estes povos;
  • o calendário gregoriano e uma relação aproximada com a aparição das constelações no horizonte;
  • o nível do rio Tiquié, conforme informado pela ANA;
  • a pluviometria da região, conforme informada pela ANA;
  • as estações do ano, conforme estas populações.

Inicialmente projetada pra conter apenas estes aspectos iniciais, numa fase posterior a visualização ganhou mais três camadas de dados, que listam as anotações diárias dos pesquisadores indígenas a respeito de agricultura, pesca e presença de frutas.

A pesquisa que deu origem a este material é capitaneada pelo Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental e coordenada por Aloísio Cabalzar. A versão interativa desta visualização pode ser acessada na single page application simulada abaixo.

screenshot-ciclostiquie-socioambiental

Visite ciclostiquie.socioambiental.org

Um poster com a visualização de dados Ciclos Anuais dos Povos Indígenas do Rio Tiquié, contendo os três anos iniciais da pesquisa, foi encartado no livro Ciclos Anuais no Rio Tiquié: Pesquisas Colaborativas e Manejo Ambiental no Noroeste Amazônico, com realização da Federação das organizações Indígenas do Rio Negro – FOIRN e do Instituto Socioambiental, com organização de Aloísio Cabalzar e projeto gráfico de Sylvia Monteiro.

poster